Confira tudo o que você precisa saber para alugar um carro.

17/05/2019

Avaliar as suas necessidades e pesquisar pela empresa com o melhor custo benefício devem ser analisados antes de procurar a locadora.

Confira tudo o que você precisa saber para alugar um carro.

Seja para viajar a lazer, trabalho ou apenas por questão de economia, alugar um carro acaba sendo essencial quando você não quer utilizar o seu próprio veículo.

Mas, ainda há muitas dúvidas em como fazer isso, bem como sobre as regras de utilização e os valores a serem pagos.

Avaliar as suas necessidades e pesquisar pela empresa com o melhor custo benefício devem ser analisados antes de procurar a locadora.

Além dos motoristas por aplicativos, o aluguel de carro também é comum para quem viaja para o exterior e outros estados brasileiros.

Fazer uma viagem com o seu próprio veículo requer manutenções e medidas preventivas para não ocorrer de ficar parado no meio da rodovia – o que mexe no orçamento do motorista.

Já em questão de conforto, um destino longe pode ser cansativo para o condutor e seus passageiros, por isso, ter a opção de escolher um carro automático e mais confortável pode ser vantajoso nessas horas.

A seguir explicamos tudo o que você precisa saber sobre aluguel de carro.

Quais os requisitos para alugar um carro

Para concluir um aluguel é preciso atender alguns pré-requisitos. Por isso, incluímos abaixo as regras mais comuns entre elas.

Por exigências das Seguradoras de Veículos, a maioria das locadoras só oferece veículos para maiores de 21 anos. O tempo de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) também é uma das condições. O cliente deverá ter, no mínimo, dois anos de habilitação, consequentemente, não será viável alugar com Permissão Para Dirigir.

Para locar um veículo é necessário uma garantia realizada através da modalidade de pagamento, conhecida como caução, que serve também para garantir possíveis gastos sinistros. O valor varia de acordo com o grupo do modelo contratado.  

O valor da caução fica bloqueado até a devolução do carro. O tempo de estorno varia de acordo com a operadora de seu cartão de crédito.

Para alugar, você precisa apresentar RG, CPF e comprovante de endereço. A Carteira Nacional de Habilitação permanente, CNH, só é exigida para o condutor do veículo que estará no contrato.

Quanto custa alugar um carro

Embora haja pacotes personalizados, como o aluguel mensal de carro e a locação de frotas terceirizadas para empresas, boa parte das locadoras trabalha com diárias.

No momento de alugar, o usuário pagará pelos dias equivalentes que ficará com o automóvel, isto é, 24 horas. Se você retirá-lo às 14h, deverá entregar às 14h do dia agendado para devolução, dependendo do plano contratado no ato da locação.

Algumas empresas podem estender esse horário sem custo adicional.

Mas, atenção, passar do prazo de entrega acarreta pagamento de taxas pelo atraso.

Optando pelo método diário, o preço varia de acordo com os dias em que você ficar com o carro e o modelo de escolha. Lembrando que é possível obter modelos populares e luxuosos.

Alugar carro: existe limite de quilometragem?

É sempre aconselhável verificar com antecedência se você pretende fazer percursos longos com o carro alugado, por exemplo, ir até outra cidade.

As empresas trabalham com duas modalidades: quilometragem livre e limitada -, que influenciam no valor total.

Se você não vai rodar muito, a quilometragem limitada poderá ser vantajosa, principalmente pelo preço, que fica mais em conta.

Agora, se pretende percorrer longas distâncias sem ter problemas com o limitador da locadora, o indicado é optar pela quilometragem livre, porém, o valor total da diária será maior.

Mas não se preocupe, caso ultrapassar a quilometragem estabelecida na limitada, será cobrado adicional apenas da quilometragem ultrapassada em relação a limitada.

Outras pessoas poderão dirigir o carro que eu alugar?

Podem, porém, devem estar inclusas no contrato de locação. Geralmente elas costumam estabelecer uma quantidade de pessoas que podem trafegar com o veículo.

O número pode ou não interferir no valor final da diária.

Todos os adicionais deverão ser aprovados e identificados em contrato. Se o outro usuário tiver menos de 21 anos e menos de dois anos de Carteira Nacional de Habilitação, a locadora poderá solicitar o pagamento de uma taxa.

Além disso, a maioria das empresas oferece serviços adicionais como: seguro contra terceiro, cadeira de bebê, aparelho GPS, Wi-Fi e outros. Todos esses itens e serviços extras são pagos e as locadoras cobram pela diária.

Fonte: Notícias Automotiva

Edição: Promenac Locadora.

 

ras %}